CUIDADO COM OS FITOTERÁPICOS

Olá Pessoal,

Tudo bem com vocês?  Hoje o dia está maravilhoso para passear, sol lindo, dia quente, mas não podia deixar de vir aqui compartilhar um assunto de extrema importância.

Em julho, por orientação de um dermatologista, comecei a fazer o uso de um fitoterápico para o cabelo, no final de agosto comecei a ter enjoos, vomito constante, enxaquecas, fui parar no hospital algumas vezes.

unnamed1-300x300Como faço tratamento com reumatologista, achei que fosse por causa de alguma medicação, quando ele solicitou exames, levamos um susto!!

Minhas enzimas hepáticas estavam todas alteradas, algumas até 04 vezes acima do nível máximo aceitável, fizemos diversos exames para ver se não se tratava de hepatite, mas foi uma descompensação desencadeada pelo fitoterápico.

PENSAR QUE “O QUE É NATURAL NÃO FAZ MAL” É ERRADO!

Portanto, procure sempre orientação de profissional de saúde, fuja das fórmulas milagrosas e, sempre, evite a automedicação.   Segue, abaixo, as orientações da Anvisa em relação  aos fitoterápicos:

O que são fitoterápicos?

Fitoterápicos são medicamentos obtidos empregando-se, como princípio-ativo, exclusivamente derivados de drogas vegetais. São caracterizados pelo conhecimento da eficácia e dos riscos de seu uso, como também pela constância de sua qualidade.
Fitoterápicos são regulamentados no Brasil como medicamentos convencionais e têm que apresentar critérios similares de qualidade, segurança e eficácia requeridos pela ANVISA para todos os medicamentos.

Qual a diferença entre planta medicinal e fitoterápico?

As plantas medicinais são aquelas capazes de aliviar ou curar enfermidades e têm tradição de uso como remédio em uma população ou comunidade. Para usá-las, é preciso conhecer a planta e saber onde colhê-la e como prepará-la.
Quando a planta medicinal é industrializada para se obter um medicamento, tem-se como resultado o fitoterápico. O processo de industrialização evita contaminações por microorganismos, agrotóxicos e substâncias estranhas, além de padronizar a quantidade e a forma certa que deve ser usada, permitindo uma maior segurança de uso.
Os medicamentos fitoterápicos industrializados devem ser registrados no ANVISA/Ministério da Saúde antes de serem comercializados.

Os fitoterápicos podem fazer mal à saúde?

Como qualquer medicamento, o mau uso de fitoterápicos pode ocasionar problemas à saúde, como por exemplo: alterações na pressão arterial, problemas no sistema nervoso central, fígado e rins, que podem levar a internações hospitalares e até mesmo à morte, dependendo da forma de uso.

Qual o papel da ANVISA com relação aos fitoterápicos?

A ANVISA tem o papel de regulamentar todos os medicamentos, incluindo os fitoterápicos, e fiscalizar as indústrias farmacêuticas com o intuito de proteger e promover a saúde da população.
Sendo assim, a ANVISA controla a produção, a liberação para consumo (registro) e acompanha a comercialização dos medicamentos, podendo retirá-los do mercado caso seu consumo apresente risco para a população.

Quais as precauções em relação aos fitoterápicos?

Os cuidados são os mesmos destinados aos outros medicamentos:

  • Buscar informações com os profissionais de saúde;
  • Informar ao seu médico qualquer reação desagradável que aconteça enquanto estiver usando plantas medicinais ou fitoterápicos;
  • Observar cuidados especiais com gestantes, lactantes, crianças e idosos;
  • Informar ao seu médico se está utilizando plantas medicinais ou fitoterápicos, principalmente antes de cirurgias;
  • Adquirir fitoterápicos apenas em farmácias e drogarias autorizadas pela Vigilância Sanitária;
  • Seguir as orientações da bula e rotulagem;
  • Observar a data de validade – Nunca tomar medicamentos vencidos;
  • Seguir corretamente os cuidados de armazenamento;
  • Ter cuidado ao associar medicamentos, o que pode promover a diminuição dos efeitos ou provocar reações indesejadas.
  • Desconfiar de produtos que prometem curas milagrosas.

Como saber se um fitoterápico é registrado na ANVISA/ Ministério da Saúde?

Verifique na embalagem o número de inscrição do medicamento no ministério da Saúde. Deve haver a sigla MS, seguida de um número contendo 9 ou 13 dígitos, iniciado sempre por 1. Há a possibilidade de buscar o registro do produto no site da ANVISA.  Ao encontrar um produto sendo vendido como fitoterápico que não tenha registro na ANVISA, você deve comunicar a Vigilância Sanitária de sua cidade ou estado, ou denunciar à ANVISA.


Fiquem sempre atentos, sempre aparecem produtos milagrosos no mercado, principalmente, para os portadores de alopecia.

Abram os olhos, não acreditem em cura milagrosa!!!

E sempre, SEMPRE procurem orientação médica.

Feliz sábado a todos!!

Beijocas, Claudinha

Publicado em Alopécia, Beleza, Cabelos, Calvície, Dermatologia, Doenças, Medicação, Saúde, Tratamentos, Tratamentos Alternativos, Uncategorized | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

BOA SAÚDE É QUESTÃO DE SORTE?

Quem nunca ouviu alguém dizer: nossa fulano tem sorte, nunca fica doente!

Será que boa saúde é uma questão de sorte? Eu, particularmente, acho que não.  Cada dia mais pessoas estão sofrendo com problemas de pressão alta, obesidade, enfim, uma infinidade de problemas que podemos mudar se criamos novos hábitos.

Quando iniciamos 2015, eu estava com 105 kgs, não aguentava subir escadas, sempre cansada, pressão altíssima, dores constantes nas costas, tudo por causa do sobre-peso.  Foi aí que acordei e resolvi mudar.

claudia20Isso exigiu muita dedicação, mas valeu a pena o esforço.Não fiz dietas malucas, não tomei remédios, meu primeiro passo foi ir ao endocrinologista para ver como estava minha saúde e em vez de remédios, o endócrino me indicou uma nutricionista para aprender a me alimentar. Alimentação adequada, sem restrições, e caminhadas me levaram dos 105 aos 87 kgs.

Boa saúde, decididamente, não é uma questão de sorte.  Hoje me sinto mais disposta, a pressão quase normalizou, não sinto mais o mesmo cansaço e me sinto mais feliz ao me olhar no espelho!! =D

Hoje li um artigo no portal Cuidados Mil sobre 5 coisas que podemos fazer AGORA para ter uma saúde melhor, vamos conhecê-los?

1. Visite seu médico.

Visitas regulares ao seu médico são uma parte importante para se manter saudável . Leve uma lista de todos os medicamentos prescritos, suplementos, assim como medicamentos utilizados por conta própria. Liste ainda seus sintomas, alergias, dúvidas e preocupações. É importante verificar com seu médico se está na hora de tomar vacinas ou fazer alguns exames, como colesterol, mamografia ou rastreio do câncer colo-retal.

2. Mexa-se.

A atividade física pode ajudar a controlar o peso, stress, pressão arterial, depressão e ansiedade. Todas as pessoas, independente da idade, sexo ou capacidade, podem se beneficiar ao ser ativo. Se você é fisicamente inativo ou tem alguma condição clínica, como artrite, diabetes, doenças cardíacas, gravidez ou outros sintomas, consulte o seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios ou aumentar o seu nível de atividade. Ele pode lhe dizer os tipos e intensidade de atividades seguros e mais adequados para você. Se estiver tudo bem, tente iniciar os exercícios em um nível confortável e aumente aos poucos a intensidade desta atividade.

Para ajudar a motivá-lo, escolha algo que você goste de fazer, como caminhar ao ar livre ou dançar. Para ajudar a tornar essa atividade mais divertida, peça a um amigo para acompanhá-lo – e não se esqueça de proteger este tempo você reservou para “começar a se mexer”.

3. Coma de maneira inteligente.

Nossos corpos são nossos motores pessoais. A forma como nos alimentamos pode nos ajudar a nos sentirmos bem, aumentar a nossa energia e melhorar a nossa saúde. Estratégias vencedoras para comer melhor podem incluir:

  • Metade do seu prato deve conter frutas e legumes.
  • Escolha leite sem gordura ou com pouca gordura, além de produtos lácteos.
  • Prefira cereais integrais, como pão e arroz integrais.
  • Corte alimentos com gorduras sólidas, açúcares e sal, como biscoitos, sorvetes, cachorros quentes e pizzas.

4. Cuidado com o stress.

O stress tem efeitos tóxicos que podem levar a sérios problemas de saúde. Felizmente, há muitas maneiras saudáveis ​​para combatê-lo, incluindo o exercício físico! Se você não souber como começar, tente algum programa on line ou encontre um instrutor profissional. Algumas técnicas comumente praticadas incluem exercícios de respiração profunda, imaginação guiada, meditação, massagem terapêutica, yoga e tai chi.

5. Durma bem.

Assistir televisão até tarde pode ser divertido, mas diminui muito seu tempo total de sono. A maioria dos adultos precisam entre sete e oito horas de sono por noite. Você precisa dormir para aprender coisas novas e para lembrar o que você aprendeu. O sono também ajuda o seu humor. A falta de sono não só o deixa de mau humor e irritado, mas ao longo do tempo pode aumentar o risco de depressão. Se você está indo além de suas possibilidades, é hora de desacelerar e dar ao seu corpo o descanso que ele precisa. Tenha um horário de sono regular. Se você é sensível à cafeína, reduza sua ingestão. Ao melhorar seus hábitos de sono, haverá uma melhora em sua aparência geral e condições de saúde.

Espero que tenham gostado das dicas e, principalmente, que zelem pela saúde e pelo bem estar sempre.  Apesar do desanimo que as vezes nos abate, principalmente nós portadores de AA, jamais podemos deixar de nos cuidar!

Feliz tarde a todos!!!

Beijocas, Claudinha

Publicado em Alimentação, Alopécia, Auto Estima, Dicas, Nutrição, Saúde, Uncategorized | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

DO QUE VOCÊ PRECISA?

Bom dia, Pessoal!!

Tudo bem com vocês?  Pensei muito no que escreveria hoje para vocês e lembrei de um texto que postei no facebook há um mês.

Achei a mensagem perfeita para reiniciarmos nosso trabalhos, espero que gostem, mas principalmente que pratiquem o que é sugerido nele.  Se alguém souber a autoria do texto, por favor me avisem para que eu possa dar os devidos créditos.

gordinha

“Minha amiga trabalha em um brechó de um hospital, como voluntária.
Certo dia adentrou na loja uma certa “senhora bastante obesa”, e de cara a minha amiga pensou que não tinha nada na loja na numeração dela.
Se sentiu apreensiva e constrangida naquela situação, vendo a senhora percorrer as araras em busca de algo que minha amiga sabia que ela não encontraria.
Ficou angustiada, porque não queria que a senhora se sentisse mal pelo tamanho das peças de roupas, se sentindo excluída e fazendo a questão sobre o seu sobrepeso vir à tona de forma implícita.
Naquele momento minha amiga orou a Deus e pediu que lhe desse sabedoria para conduzir a situação evitando que a cliente se sentisse excluída ou humilhada na sua autoestima.
Foi quando o esperado aconteceu. A senhora se dirigiu à minha amiga e disse tristinha:
“É… não tem nada grande, não é?
E a minha amiga, sem até aquele momento saber o que diria, simplesmente abriu os braços de uma ponta a outra e lhe respondeu:
“Quem disse??? Claro que tem!! Olha só o tamanho desse abraço! – E a abraçou com muito carinho.
A senhora então se entregou àquele abraço acolhedor e deixou-se tomar pelas lágrimas exclamando:”Há quanto tempo que ninguém me dava um abraço.”
E chorando, tal qual uma criança a procura de um colo, lhe disse:”Não encontrei o que vim buscar, mas encontrei muito mais do que procurava”.
E naquele momento, através dos braços calorosos de minha amiga, Deus afagou a alma daquela criatura, tão carente de amor e de carinho.
Quantas almas não se encontram também tão necessitadas de um simples abraço, de uma palavra de carinho, de um gesto de amor.
Será que dentro de nós, se procurarmos no nosso baú, lá nas prateleiras da nossa alma, no estoque do nosso coração, também não acharemos algo “grande” que sirva para alguém?”

Um beijo e um grande abraço, tamanho GG pra vocês!!

Claudinha

Publicado em Auto ajuda, Auto Estima, Dicas, Diversos, Psicologia, Reflexão, Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

QUEM É VIVO, APARECE!!

voltei

Depois de muita briga com a wordpress e a intervenção de um amigo advogado, finalmente consegui recuperar o meu, o nosso blog!!!

Fiquei por meses tentando recuperar minha senha que, diga-se de passagem, não havia sido alterada, e a wordpress não liberava.  Graças a esse amigo, hoje finalmente saiu a liberação, e vou poder retomar a atividade do blog.

Já vi que tenho muitos comentários para aprovação, não sei quando vou conseguir colocar a casa em ordem, mas aos poucos chego lá.

Estou feliz por poder voltar, esse foi o meu presente do Papai Noel!!

Beijocas, Claudinha

Publicado em Uncategorized | 8 Comentários

REFLETINDO…

ciclo-de-vida

Cada ciclo traz seus desafios específicos, mudanças internas, externas e aprendizados.  Como a natureza, trazemos dentro de nós a capacidade de nos transformar de lagarta a borboleta exuberante e plena!!

O final de semana está aí batendo à nossa porta, que tal esticar as asas e voar rumo à felicidade?   Ao contrário do que muita gente pensa, a felicidade pode estar em coisas bem simples, olhe à sua volta e preste atenção!!

Beijos e uma ótimo noite a todos!!

Claudinha

Publicado em Auto ajuda, Auto Estima, Reflexão | Marcado com , , , | 2 Comentários

BOM DIA, BOA SEMANA!!!

vocep_g

Segunda feira é aquele dia marrento, preguiçoso, que se arrasta, parece nunca ter fim…

Mas será que a culpa é da segunda feira?  Será que nós estamos desanimados? Já reparou se você não está se entregando e, com isso, acaba se arrastando dia pós dia?

As vezes precisamos de  pequenos incentivos para continuarmos nossa caminhada.

Eu, particularmente, acho que um dos melhores incentivos que existe, é uma palavra de otimismo: vai em frente, você consegue, estou com você, estou torcendo por você, estou orando por você, acredito em você.

Uma frase pequenina pode operar milagres naqueles que se dispõe a ouvi-las e aceitá-las.

Sim, aceitá-las!! Porque muitas pessoas estão tão “endurecidas” com as rasteiras que a vida lhes pregou que nada consegue animá-las, nada consegue tocar seus corações.

Abra seu coração, seus ouvidos e aceite, abrace todo incentivo recebido…

Reflita se não chegou a hora de recomeçar.

Beijos de luz e uma semana abençoada para nós!!

Claudinha

Publicado em Auto ajuda, Auto Estima, Conhecimento, Diversos, Recomeçar, Reflexão | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

CUIDADO COM A AUTO MEDICAÇÃO

Boa tarde, Pessoal

Tudo bem com vocês?  Espero que sim…

Resolvi hoje publicar mais uma vez este post, pois é uma coisa que temos que tomar cuidado diariamente: a auto medicação.

Com as recentes publicações sobre as pesquisas da eficácia dos remédios de artrite reumatóide para alopecia,  e como sou portadora de Artrite Reumatóide, tenho recebido inúmeros e-mails com questionamentos sobre os remédios que utilizo.

Gente, por favor, NÃO TOMEM REMÉDIO SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA!!!  Dependendo da medicação os efeitos colaterais são inúmeros e você pode melhorar uma coisa e piorar todo o resto.

Pensem nisso com carinho e boa leitura!!

 

Quem nunca foi até a farmácia comprar aquele “remédinho” que a Tia Gertrudes disse que era bom para dor de cabeça?  Ou aquele outro que a Judite disse que era bom para dor nas costas?  E aquele que o João toma quando está com dor de estômago??   Ah tem também os remédios indicados pelo “Dr. Google”, vocês conhecem?

Pois é, todos já fizemos isso pelo menos uma vez em nossas vidas, na ânsia de acabar com determinada dor ou desconforto acabamos fazendo qualquer negócio.  A maioria das pessoas nem se dá ao trabalho, de no mínimo, ler a bula do tal medicamento para ver as indicações, contra-indicações, a posologia, simplesmente acabam ingerindo da maneira como a Tia Cotinha ensinou.

Isso me faz lembrar uma situação curiosa, uma prima me indicou um determinado remédio que ajudaria a melhorar a meu problema.  Na pressa de melhorar, comprei o remédio e conforme indicação da querida prima tomei 02 colheres de sopa.
Resumindo: Tomei o santo remédio na hora do jantar e o danadinho começou a fazer efeito lá pelas 22:00 hs, pensei comigo: “Que maravilhaaaaaaaaaa, vou tomar cada segundo dia esse remédio dos Deuses”.  Lá pelas 6:00 da manhã sem forças, sem dobras, com os olhos fundos, completamente vazia por dentro e com cólicas terríveis, resolvi pegar a caixinha do santo remédio, que àquela altura eu já chamada de remédio do diabo, e resolvi ler a posologia: 02 colheres de café.  Depois de passar uma noite de rainha (sentada no trono) desisti das receitas mirabolantes de tias, amigas, vizinhas, primas e hoje só tomo remédio com orientação médica.

Mas deixando essa história de rainha pra lá…

A Abifarma realizou um levantamento onde constatou-se que mais de 80 milhões de pessoas confirmam o uso de remédios sem prescrição médica.  Essa atitude é de alto risco, pois toda medicação tem reações adversas e significativo potencial de risco com o uso indiscriminado.  É grande o número de pacientes que chegam aos hospitais com intoxicação, reações adversas causadas pelo uso de remédios,  existem casos relatados até mesmo de pessoas que vieram a óbito por causa do “remédinho” para dor de cabeça que o vizinho indicou.

Para algumas pessoas remédio acaba virando um item de consumo, de uso comum e não um bem de saúde.   Um remédio errado pode camuflar uma doença, pois medicações do tipo antibióticos, analgésicos e antiiflamatórios comprometem o resultado de alguns diagnóticos, tanto que quando vamos fazer exames laboratoriais, os atendentes sempre nos perguntam se estamos fazendo o uso de remédios e o nome dos mesmos.

A combinação de medicamentos, só deve ocorrer por indicação médica, pois pode causar muitos danos a nossa saúde. O tipo e o número de danos depende de cada organismo, mas podemos citar alguns, como resposta alérgica, apresentação de quadros como urticária, dores de cabeça, vômito, tontura e até mesmo dificuldade para respirar, devido a choque anafilático, podendo até levar à morte. Por isso, jamais indique uma medicação, principalmente se ela for utilizada por crianças de primeira infância, grávidas, idosos ou pacientes crônicos, que são extremamente sensíveis.

Somente o médico tem condições de nos avaliar e indicar o melhor remédio.

Vejo nas comunidades muitas pessoas em busca de remédios para curar a alopécia, gente se tivesse uma única medicação que curasse, com certeza estaríamos todos cabeludos. Outra coisa, lembrem-se sempre que a medicação reage de maneira diferente para pessoas diferentes, por isso sempre que me perguntam porque tal remédio não deu certo comigo e deu com a Mariazinha, eu sempre respondo: Cada caso é um caso!!!

Tem médicos por aí receitando remédio usado para curar problemas no ânus para pessoas com alopécia com a promessa de que os cabelos nascerão.  Tem muio picareta vendendo pela internet medicamentos que são expressamente proibidos para mulheres. Ainda tem farmácias dando o famoso jeitinho e vendendo remédios controlados sem receita.  Gente muito cuidado!!

Não podemos nos iludir com propagandas, nenhum medicamento é 100% seguro e sem nenhuma contra-indicação. Muitos anúncios de medicamentos, principalmente, aqueles transmitidos nas rádios, televisões, divulgados por e-mail ou internet onde a aquisição do produto é realizada através do pedido por telefone ou e-mail, não têm sequer registro no Ministério da Saúde.

Fiquem atentos…

Melhor ficar sem os cabelos mas estar com a saúde em dia.

Beijocas, Claudinha

Publicado em Alopécia, Artigos, Medicação, Utilidade Pública | Marcado com , , , , , , , , | 1 Comentário