RAPIDINHAS SOBRE O CABELO

Quanto o cabelo deve crescer por mês?

Cada fio cresce cerca de um centímetro por mês. O processo depende da genética, dos hormônios e da alimentação, que deve ser rica em carnes vermelhas e leite. Existem medicamentos que aumentam a velocidade do crescimento, mas só podem ser prescritos por médicos, não se arrisquem com os milagres das receitas caseiras.

Existe algum tratamento ou produto para controlar a queda de cabelo?

O problema tem causas variadas. A genética é a mais comum, mas a alopecia, nome científico da calvície feminina, também pode ser provocada por mau funcionamento da tireóide, anemia e uso de medicamentos, doenças sistêmicas, fisiológica, entre outros fatores. Por isso, às vezes, não adianta tratar com simples xampus e loções. “Pode ser sintoma inicial de patologias sérias. Assim, é importante investigar a origem antes de começar qualquer tratamento. Se o cabeleireiro notar perda acentuada nos fios da cliente, deve orientá-la a procurar um especialista em tricologia ou dermatologia para diagnóstico preciso”

Em que situações os fios podem cair ou se partir durante um alisamento?

Tratamentos ou transformações no cabelo não são responsáveis pela queda dos fios, que acontece por questões internas: perda natural pela idade, problemas hormonais ou até mesmo porque o fio terminou seu ciclo de vida. Mas a química pode, sim, fazer com que se partam, quando feita de maneira inadequada. Por exemplo, quando a ação do produto alisante for forte demais para o tipo de cabelo. Um teste prévio em uma pequena mecha da nuca ajuda a decidir entre as fórmulas suave, normal ou forte.
Segundo Joana Silva, técnica da Wella, outro motivo freqüente para fios partidos é a forma de aplicação. O cabelo deve ser penteado e enluvado seguindo o sentido de seu crescimento, para frente ou para o lado, não para trás, explica. Ainda pode ser motivo do problema deixar o produto por mais tempo do que o indicado e não fazer uma neutralização correta.

Após o uso de alisante, o cabelo começou a cair e ficou bastante danificado, Por quê? Há algum produto específico para devolver os cachos ou deve-se esperar pelo crescimento dos fios?

Se a quebra começou após o processo químico, pode ter ocorrido algum problema, como incompatibilidade de substâncias, tração indevida, método errado de aplicação do alisante ou de proteção do couro cabeludo. “O contato direto da química com a pele da cabeça cria uma espécie de vinco na fibra capilar que, por sua vez, fica sem sustentação e quebra. Portanto, o teste da mecha é imprescindível”, explica Ueber Lima, técnico da Lusty. Já que o cabelo está quebradiço e danificado, deve ser recuperado com tratamentos intensivos. “Recomendo alta concentração de ativos de reconstrução. Ele vai minimizar a queda causada por quebra e devolver a maleabilidade e o brilho aos fios”, revela o técnico. “Se o alisamento foi realizado com amônia, é possível reaplicá-la dando o formato cacheado, mas somente após a recuperação capilar seguida pelo teste da mecha. Porém, se era algum tipo de hidróxido, não há como reverter a transformação. Apenas com o crescimento as madeixas podem voltar à antiga forma”, diz o especialista.

Fonte: Revista Cabelos & Cia

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Cabelos, Calvície e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s