AUTOCONHECIMENTO NOS AJUDA A MUDAR PARA MELHOR

Texto de Rosemeire Zago publicado no site: Vya Estelar

Muitas vezes temos a nítida sensação que fazemos tudo errado, e tendemos a recuar, mudar o caminho. Mas será que é errado mesmo ou é apenas o julgamento e a opinião de outras pessoas que possuem valores diferentes dos nossos?

Mas por que permitimos que algumas pessoas invadam nossa vida e com suas críticas nos coloquem para baixo? Por que insistimos em permanecer em nossa zona de conforto, temendo mudanças e todo o desconhecido que traz?

Por que continuamos em situações que nos faz sofrer, nos entristece e angustia? Sim, as perguntas são muitas, mas não estou aqui para dar as respostas, pois mesmo que as tivesse, seriam as minhas respostas, e a intenção de toda reflexão e questionamento é que cada um encontre as suas próprias.

Claro, é um pouco mais trabalhoso, requer tempo, persistência, confronto com dores reprimidas, e muita, muita coragem. Mas quando as encontramos, a sensação é de que somos capazes, e assim não “terceirizamos” o que compete a nós.

Você sabe quais são as mudanças que gostaria de fazer em sua vida? Em seu modo de agir e reagir? O que o impede? E qual caminho gostaria de retornar?

Sim, muitas vezes desejamos não termos deixado um caminho, um trabalho, a pessoa amada, mas por medo, vergonha, orgulho, resistimos e não voltamos.

Quanto tempo tem se dedicado a pensar sobre isso? Estamos falando de sua vida, seus sentimentos, seus desejos e vontades. Sim, concordo que muitos têm um passado doloroso e um presente determinado por esse passado, mas como construir um novo amanhã se não começar hoje? Nada de esperar que alguém mude, faça como você gostaria que fosse feito. Identifique tudo, mas tudo mesmo que está lhe causando preocupação, aborrecimento, tristeza, angústia, e reflita o que efetivamente depende de você.

Em muitas situações somos impotentes, ou muitas vezes a própria pessoa que tanto nos preocupamos não deseja mudar. Sim, você pode apoiar as pessoas, mas não pode decidir nada por elas, o que nos leva a concluir que algumas preocupações não nos levarão a lugar algum.

O que mais está lhe causando dor, seja física ou emocional? Está doente? O que lhe causou esses sintomas? Já pensou o que estava acontecendo em sua vida quando começaram? Já relacionou seus sintomas físicos com suas emoções?

Quanta pergunta!!! É, autoconhecimento exige questionamentos, e são esses em geral, que nos conduz às mudanças, e para que aconteçam é necessário acima de tudo flexibilidade. O quanto tem sido rígido consigo mesmo e com outras pessoas?

Pense, reflita, questione, mude, retome caminhos, comece novos. Só não fique parado vendo a vida passar, afinal ela passa muito rápido, e geralmente só nos damos conta disso quando estamos no final, mas ainda assim, sempre há tempo de levantar e (re)começar, independente de quantas vezes tenhamos caído, e também não importa a idade, esteja você com 25, 30, 40, 55, 80 anos ou mais.

O que importa mesmo é termos consciência que nossa vida depende de nós, e de mais ninguém. Não permaneça em sua rigidez, orgulho, vaidade, preconceito, ou o que for que o impede de mudar, você sabe que isso tudo são apenas máscaras que encobrem uma necessidade enorme de reconhecimento, aprovação, carinho, afeto e amor. Mas antes de pensar em reconsiderar e fazer as pazes com pessoas e/ou situações, faça as pazes consigo mesmo. Pare de ser seu maior inimigo e comece a ser mais afetuoso, carinhoso e compreensivo com você!

Lembre-se de que nada adianta querer mudar o mundo, o país, a cidade, o bairro, a família, uma pessoa, se não começarmos por nós mesmos!

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Alopécia, Dicas, Diversos, Psicologia, Reflexão e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para AUTOCONHECIMENTO NOS AJUDA A MUDAR PARA MELHOR

  1. Querida Claúdia.
    Eu sou a Sofia da reunião AAGAP. Queria deixar registrado que fiquei super hiper contente do seu cabelo ter retornado. Nós que sofremos de alopécia sabemos qto pesa essa perda dos cabelos. O melhor é saber que crescemos muito com essa experiência, começamos a olhar as pessoas e coisas de modo diferente. Estou feliz por vc.
    bjão Até nosso próximo encontro na reunião

    • Oi Ana,
      Obrigado pelo carinho…
      Você disse tudo, crescemos muito com essa experiência, e temos que compartilhar nossas experiências, porque afinal de contas a vida é muito mais que cabelos!!
      Super beijo e até nosso próximo encontro.
      Beijocas

  2. teia disse:

    ola claudia sou a luciane mae do victor qe cv comvidou pra reuniao a uns meses atraz estou muito feliz qe seu cabelo voutou e uma vida esperando po isso estou lutando pra qe o cabelo do victor voute tanbem pois ele nao sabe o que e ter cabelo o dele caiu muito cedo fique com deus espero que noe emcotrarmos nas procimas reuniao beijos

  3. Terezinha Cristina Gonçalves disse:

    Bem legal, acho que estava precisando ler isso, falou diretamente comigo.
    obrigada,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s