DECEPÇÃO NÃO MATA, ENSINA A VIVER

Bom dia, Queridos Leitores!!

Tudo bem com vocês?  Espero que sim…  Como sabem ando numa correria danada, mas a boa nova é que estou mudando de empresa o que acabou me afastando um pouco mais de vocês, porque até a próxima semana estou trabalhando nas duas, então ficou mais dificil ainda vir aqui, mas como sempre gosto de frisar: não abandonei vocês!!

Quando se ouve esta frase do título “Decepção não mata, ensina a viver”, as pessoas logo associação a decepções amorosas, mas cá entre nós: Qualquer decepção nos ensina a viver não é mesmo?

Nada é perfeito nessa vida, ninguém está livre de se decepcionar com as pessoas, com as situações, mas a pior delas, na minha opinião é a falta de reconhecimento. 

Quando falo em reconhecimento, não são as pessoas fazendo reverências, jogando flores, batendo palmas, colocando você em um pedestal, as vezes um simples agradecimento já faz com que você se sinta reconhecido.

Nos ultimos tempos tenho andado um pouco decpecionada com as pessoas, as vezes a “fervura” de determinados momentos acabam nos levando a cometer erros, dizer besteiras, mas sempre temos a chance de consertar uma “bola fora”, o duro é quando as pessoas simplesmente não se ligam que deram essa “bola fora”.

As vezes me questiono o quanto vale a pena você ser fiel (calma, calma, calma, não estou falando de relação homem mulher) fiel a seus princípios, a sua educação, fiel aos companheiros de trabalho, aos patrões, aos familiares. 

Acontece que fidelidade é tudo nessa vida uma pessoa fiel é aquela que cumpre seu “contrato”, que cumpre seus compromissos, é aquela que está sempre com você, não importa se as coisas estão ruins!!

A fidelidade me fez voltar a trabalhar com pessoas que trabalhei há 16 anos…

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Dicas, Diversos, Reflexão, Relações Trabalhista e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s