PERUCA, EU USO E RECOMENDO

Por Claudia Grycak

Olá Pessoal!!

Tudo bem com vocês?  Espero que sim… 

Hoje estava olhando minhas fotos e resolvi escrever para vocês sobre minha relação com as perucas, mas primeiro preciso falar um pouco sobre a queda de cabelo.

Como eu já escrevi na página de boas vindas, o cabelo é o nosso cartão de visitas, se nos homens a queda já incomoda bastante, tente imaginar o quanto isso é perturbador para nós mulheres.  Nossa sociedade está preparada para aceitar homens calvos e carecas, mas nunca mulheres nesta condição, não adianta querer esconder o sol com a peneira, sabemos que existe um certo preconceito.

A Alopécia vem me acompanhando desde 1995, sendo que a maior incidência do problema foi no ano de 2000. Nesse período, vi e vivi as mais variadas situações por causa da falta de cabelo e sempre me revoltava com o posicionamento das pessoas diante deste fato que, nós temos que encarar de frente todos os dias (ao menos quando nos olhamos no espelho…rsrsrs).  Muitas pessoas te olham com pena, alguns acham que temos cancer, outros que a alopecia é contagiosa.

O que mais me matava era o olhar de dó da pessoas ou as frases tipo: “olha você tem os olhos tão lindos que os cabelos não fazem a menor diferença”, ou “nossa sabe que eu nem tinha notado” [com aqueles olhos de pavor, como se tivessem vendo um alien na sua frente].  Mas com o tempo eu percebi que era a minha postura, a maneira como eu lidava com a situação que provocava determinadas reações nas pessoas.

Desde o início fiz meus tratamentos religiosamente, não passava um dia sem tomar meus remédios, fui pulando de médico em médico até que conheci um famoso tricologista (que por questões éticas não citarei o nome dele aqui) que infelizmente só levou o meu dinheiro embora.  Imaginem vocês que devo ter gasto entre R$ 5.000,00 e R$ 8.000,00 com as promessas de que meus cabelos nasceriam só que eu via meus cabelos caindo cada dia mais, e mais, e mais…

Um dia a ficha caiu e me restavam duas opções: continuar vivendo ou ficar chorando até cair o último fio de cabelo.  Chegou num ponto que eu não conseguia mais disfarçar as falhas, usava lenço na cabeça toda para esconde-las…

Uma bela manhã acordei, criei coragem, raspei os poucos fios que haviam sobrado e  falo uma coisa a vocês: foi a decisão mais difícil e a mais sábia que tive, pois não ficava mais passando pelo horror de tomar banho e ver cair mexas inteiras de cabelo nas minhas mãos.

Começei a usar lenços, mudei a minha postura, as pessoas passaram a me olhar com outros olhos, já não via mais aquele olhar de nó nelas.  Até que um dia tive vontade, e porque não dizer, coragem para comprar a minha primeira peruca. 

O maior receio de usar uma peruca é a possibilidade das pessoas notarem (não me venham dizer que é mentira), mas hoje elas são tão modernas que se você não contar, elas jamais saberão.

Mas posso confessar uma coisa??  Eu demorei muito a comprar minha primeira peruca, porque eu achava que qualquer ventinho faria a danada voar da minha cabeça e eu já me imaginava com meus 1,78m correndo atrás da peruca no meu da rua…rsrsrs (Como a gente é besta né? kkkkkkkkkkkk) hoje não consigo viver sem elas.

Nas fotos abaixo estão os meus diferentes looks de peruca, a foto ao centro são dos meus cabelos antes de cair.

Somos portadores de alopécia sim, mas não somos obrigados a carregar essa “marca” para o resto de nossas vidas como escrevi na postagem sobre as mulheres de atenas e as viuvas portuguesas.  O difícil foi colocar a primeira peruca, depois que senti segurança, hoje não vivo mais sem elas (tenho 5 modelitos: 04 curtas e 01 cumprida)…  

Se as pessoas notam?  Sim, porque uso minhas perucas de acordo com meu estado de espírito, minha roupa, ocasião, enfim, hoje elas são meus acessórios assim como meus sapatos, meus cintos, meus colares, meus brincos, minhas bolsas. 

Não tenham medo, hoje existem lojas especializadas que fazem perucas e próteses super modernas se você levar fotos, eles conseguem fazer igual ao seu cabelo. 

Se você tem receio de comprar e não sa habituar, tente locar uma peruca, vocês não entenderam errado, eu disse locação.  Algumas lojas locam perucas, como por exemplo a Nilta Perucas (http://www.niltaperucas.com.br/),  faça um “test drive” e veja como se sente.

Algumas pessoas optam pelos cabelos artificiais por ser mais acessível ao bolso, eu particularmente, comprei uma e não gostei, prefiro a de cabelo humano.  Apesar de serem bem mais caras, na de cabelo humano você pode fazer chapinha, mudar de cor, você fica descabelada quando sai no vento (mas não cai eu garanto…rsrs), a maioria dos lugares dá garantia permanente.

E você já comprou a sua peruca??  Acorda menina, não tenha medo, é bom demais!! 

Como escrevi aqui há um tempo:  Seja de lenço, de peruca, careca o importante é cada um tentar ser feliz a sua maneira! Seja sempre você mesmo, não deixem de viver pela falta dos cabelos, pois existe um mundo de possbilidades, não somos mais ou menos mulheres/homens pela falta de cabelo!!

Um super beijo,

Claudinha

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Alopécia, Cabelos, Calvície, Dicas, Diversos, Peruca e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

21 respostas para PERUCA, EU USO E RECOMENDO

  1. Dani disse:

    Nossa amei sua iniciativa é incrivel, comigo não foi #, eu já usei peruca, há 6 anos uso portéses, (até quando puder pagar, claro) o que não é fácil, elas são caras, se souber de alguma mas acessível poste para mim. Tenho alopécia desde os 3 anos de idade, mais até hoje sofro muito por isso. Adorei suas postagens pois sei que não estou sozinha

  2. Selma Ap. Abreu Inácio disse:

    Olá Queridas,

    Sofro do mesmo problema, estou perdendo cabelos cada vez mais e tomei coragem de comprar minha primeira peruca ainda esta semana. Não tiva ainda nenhuma experiências, mas não aguento mais os olhares das pessoas, fico cada vez mais triste e deprimida, por isso tomei a decissão de tentar uma peruca.
    Minha coragem aumentou depois que li su depoimento Cláudia. Muito obrigada.

    Bjos

    Selma

    • Oi, Selma

      Seja bem vinda!!!
      É isso aí garota, compre sim a sua peruquinha e seja feliz…
      Se as mulheres podem fazer botox, lipo, colocar prótese de silicone para ficarem mais bonitas, satisfazerem seus egos ou até mesmo ficar de bem com os padrões impostos pela nossa sociedade, porque nós não podemos usar peruquinhas??
      Tem gente por aí que levanta a bandeira de que quem usa peruca não assume o problema, eu assumo sim o problema, tanto é que minhas perucas são completamente diferentes umas das outras e sou feliz em poder usá-las!!
      Se você se sentir a vontade, mande uma foto do antes e o depois para publicarmos aqui!!
      Um super beijo e obrigado por participar.
      Claudinha

  3. Geuda Costa disse:

    Legal sua iniciativa, e concordo com você usar ou não a peruca n quer dizer que vc tá de boa com a AA. Queria que você me indicasse algum site legal que vende peruca.

  4. Mariana disse:

    Oi! Eu tenho bastante cabelo, mas adoro a versatilidade das perucas. Acho ótima a idéia de poder sair com cabelo de qualquer cor e comprimento a hora que eu quiser sem estragar o meu cabelo original ou ter de esperar meses para ele crescer de novo. Também acho um preconceito nada a ver quando descobrem que alguem usa peruca (jah começam a te olhar torto e cochichar), pois na maioria das vezes as pessoas podem até jurar que o cabelo é seu mesmo.
    Parabéns pelo post!

  5. Drica disse:

    Minha história com as perucas é quase parecida com a da Claudinha.
    Tomei coragem pra comprar a minha primeira em 2005, essa foi daquelas com redinhas, usei por exatos 8 meses e depois troquei pela micropele.
    Hoje uso micropele e não a troco por nenhuma outra. Vale a propaganda da Hair Look (http://www.hairlook.com.br), quem quiser fale com a Heloísa que ela dá toda a assessoria.
    Eu sou a favor das próteses e perucas sim, uso lenço às vezes mas prefiro meus cabelos lindos loiros e ruivos.
    Bjks

    Drica

    • Andrea Waichman disse:

      Oi Drica,

      EU compartilho a mesma história de todas vocês… por causa do Lupus tenho pouco cabelo. Uso perica de microrede, cabelo natural, mas tenho que fazer a manutenção de 45 em 45 dias, pois ela é pressa no meus cabelo. Ja fui uma vez no Hair Look com a Heloísa mas fiquei com medo de raspar a cabeça. Gostaria de saber de tua experiência, e da praticidade de micropele, pois a minha peruca eu não tiro nunca (nem dá) somente no cabeleireiro para mantenção, eu lavo no chuveiro, posso pula na piscina, eu mesmo faço escova, chapinha etc… Mas eu acho que as vezes dá para perceber que estou com a prótese e isso me incomoda.

      Obrigada pelos comentários, pois sei que não estou sozinha….

      Bjos,

      Andrea

    • Andreia lima disse:

      Drica,
      Desculpe a pergunta. Ato custou a sua?
      Ps.: já entrei no site e agendei uma avaliação.
      Bjs
      Andreia

  6. Vanessa disse:

    Olá, Cláudia.
    Nossa, como foi bom ler tudo isso.
    Sofro também de alopécia há alguns anos e ainda não uso perucas.
    Pensava igualzinho a vc. Agora estou mais animada. Queria saber o seguinte: qual a duração de uma peruca? Qual o valor em média? Bjs.

  7. Rayane disse:

    Olá.
    Adorei o post.
    Também sofro de alopécia há alguns anos.
    Gostaria de ter sua indicação para comprar minha primeira peruca.
    Obrigada.

  8. zelia disse:

    OI genti as historia de voçes são tão parecida com a milha eu cheguei ate chora, eu tenho Alopecia desde aos 10 anos ,e demorei muita para usar a primeira peruca foi muito difiçiol eu colocava olhava no espelho achava um orror e guardava todos os dias era essa luta.eu não queria aseitar a situasão ate quer um dia raspei os fio que ainda restava e pasei ausar a quatro anos e agora não vivo sem elas. mais eu não perdi a fe quer Deus vai mim curar.

  9. Flávia disse:

    Nossa. Eu sofro pela mesma doença . Isso é realmente super constrangedor.
    Mas Deus sempre tem a solução para todo os problemas. Uso alongamento na cabeça inteira, mas apartir desse mes vou comprar a minha peruca. Ah moça … voce me deu forças para q eu tivesse coragem de usar uma peruca. KKKK

  10. Flávia disse:

    Olá Mulheres Lindas, eu também sou portadora da mesma doença, é realmente muito constrangedora. Mas eu creio que Deus vai curar cada um de nós.
    Tenho 14 anos de idade. Já sofri muito, vocês devem ter noção doque é você ser envergonhada por falta de cabelo, eu já nasci com essa doença. Quando pequena não ligava muito para esse problema, mas quando comecei a chegar nos 10 anos, comecei a ficar vaidosa, e eu sábia que tinha “algo” em mim que faltava para que eu pudesse ficar ainda mais bonita. E com o tempo eu senti falta dos meus cabelos, isso verdadeiramente nos deixa triste, por nós vemos mulheres que tem seus cabelos lindos, compridos e perfeitos , enquanto nós termos que depender de perucas. Mas deus supri todas as nossas nescessidades. Nós só temos que crer . Meninas … continue mesmo usando suas perucas. Eu vou comprar a minha 😀 , e vou arrazar …
    Deus eé tão maravilhoso na minha vida, que mesmo com esse problema… recebi convite de muitas agencias de modelos … para fazer comerciais, para fotografas para revistas. E hje estou aqui, feliz e grata por tudo que Deus fez por mim .
    E ele fará mais ainda na vida de cada um de NÓS , então meninas. Não vos deixe ser prostradas pelo diabo. Ele só quer nos envergonhar, amém ?
    rs, Beijos a todas !

  11. marlene disse:

    Puts me animei muito agora… tenho alopécia desde os 17 anos (tenho 44 agora) e à 7 anos mais ou menos uso prótese entrelaçada. É muito boa dá muita segurança e tal, mas quando começa a folgar incomoda demais, sem contar a manutenção que é feita uma vez por mês e não é barata. Tenho vontade de usar a peruca, mas fico um pouco insegura. Essa idéia de fazer um test drive é muito boa, vou tentar. obrigada Claúdia seu depoimento foi muito importante!!!!

  12. neuza disse:

    Oi Claudia,
    Sou do RJ e tenho alopecia androgenetica. Não consegui achar aqui um local que alugue peruca. Será que você pode me ajudar com alguma informação? Pode enviar para meu e-mail: nribeiro1@hotmail.com. Fiquei muito entusiasmada e mais confiante com seu depoimento e quero tentar usar . bjs.

  13. marcia souza disse:

    ooi meu nome e Márcia tenho 18 anos tenho a doença a 5 fiz varios tipos d tratamentos sempre quando estava no começo os cabelos começavam a cresçer mais hj ja reparo q eles estão caindo a cada dia mais ñ sei mais o q fazer ja gastei o que podia o q tinha minha mãe ñ tem mais dinheiro q possa gastar mais cm isso ela axo q sofre mais do q eu pq eu num sou muito d demostrar meu sofrimento meu cabelo ja ñ da pra esconder tenho vergonha d ir a escola d mi relacionas com as pessoas nunk usei perucas por falta d condição pois vejo q e de muito custo uma peruca nesse caso as vezes pergunto a deuz o q fiz pra merecer passas por essa dor q mi deixa cada dia pior ja pensei em desistir da minha propria vida pois ñ consigo mi imaginar quando chegar o ponto onde eu ñ terei mais nem um fiu d cabelo…. bom dani parabens por vc ter conseguidooooo………

  14. Andreia lima disse:

    Claudia…
    Fiquei emocionada de ver que existe uma luz no fim do túnel… Eu simplesmente não agüento mais tantos anos de luta…
    E agora, com 33 anos, em novembro eu parei com o selene, anticoncep com ciproterona, pq queria ter um bebê, mas o bebê ainda não veio e o cabelo ta despencando…
    Já cortei um pouco abaixo do ombro por causa do formato do meu rosto e já pude observar colegas perguntando… Porque vc cortou o cabelo? (Tipo. Ficou feio..) mas eu não agüentava mais aquele monte de cabelo na mão no banheiro…
    Obrigada pelo seu relato

  15. bruna disse:

    que legal claudia gosei do seu saite parabens bom nao tenho alopecia mas resolvi raspar meu cabelo porque estava cheio de falhas devido as quimicas e nao tenho muita condiçao financeira entao apelei para as perucas sinteticas da pra notar ne mas nao quero andar com a careca de fora seu saite foi muto fortalecedor pa mim um beijo

  16. celine disse:

    olá tenho 25 anos e meus cabelos caem muito nunca fui a um dermatologista pra saber a causa ou o que é mais me sinto incomodada com as atitudes das pessoas quando percebem as falhas e olha que já estão bem visiveis mais sempre tive vontade de usar perucas já me desesperei por medo de ficar careca e hoje me sinto bem tranquila agradeço a DEUS porque não perdi a alegria de viver e se chegar a cair não ira me abalar tanto agora sei q não sou só eu e jamais perderei a vaidade né meninas forças pra nós

  17. Geruza Pereira da Silva disse:

    Oi Claudinha tudo bem? Moro em Recife e tenho uma amiga que tem alopercia a conheço a mais de 20 anos e gostaria de saber se VC conhece algum lugar que faça doação, pois no momento ela está desempregada e está sem condições de comprar, pois segunda ela me disse a de cabelo artificial é péssima e não dura muito, se VC souber de qualquer coisa me avisa.
    Desde já agradeço
    Geruza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s