AROMATERAPIA

O que é

É um ramo da osmologia que consiste no uso de tratamento baseado no efeito que os aromas de plantas são capazes de provocar no indivíduo. De determinadas plantas aromáticas é extraído o óleo essencial a ser aplicado isoladamente ou em combinação com outros aromas, dependendo das enfermidades e do indivíduo. Óleos essenciais são substâncias voláteis extremamente concentradas, que possuem princípios ativos de acordo com suas composições químicas. Dependendo da planta, o óleo essencial terá características diferenciadas de aroma, cor e densidade. Os óleos essenciais podem ser usados diluídos em veículos carreadores sobre a pele, através de massagens, cremes, loções, gel ou puro, através da inalação. Dependendo da forma de uso provocará efeitos físicos, mentais e emocionais, alterando a respiração, os batimentos cardíacos, pressão arterial, estados de ânimo, concentração, etc.  É considerada uma terapia alternativa ou complementar, embora seja um tratamento bastante antigo, que surgiu da fitoterapia e que é comumente usada em conjunto com esta. É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios, sendo considerada uma terapia holística. A Aromaterapia deve, mesmo assim, ser empregada com cautela e de preferência, guiada por um profissional especializado, que saberá verificar as contraindicações, além de dosagens melhores formas de uso. É uma técnica que usa óleos essenciais para melhorar o astral e a saúde.  Esses óleos usados na aromaterapia reequilibram as emoções.  Eles sao extraídos de frutas, flores, madeira e ervas.

Alguns óleos essenciais

Existem cerca de 150 óleos essenciais extraídos para a aromaterapia. Para prescrevê-los, o terapeuta não deve apenas saber as funções de cada um deles, mas conhecer a pessoa que vai utilizá-los. Embora os sintomas possam ser tratados, o objetivo da técnica é buscar o equilíbrio físico e mental da pessoa.

  • Alecrim – Usos gerais: pressão baixa, exaustão, memória, drenagem linfática, asma, artrite, hepatite, otite, ressaca, cólicas, fígado, pele seca.
  • Alfazema – insônia, queimadura, insolação, medo de escuro, bronquite asmática, sensaçao de pânico, tosse, picada de insetos, ronco.
  • Bergamota – ansiedade, frieira, depressão, acne, ferida, cólica, seborréia, dor de garganta.
  • Canela – estimulante, anti-séptico, resfriados, impotência, infecções intestinais, espasmos.
  • Camomila – calmante, ansiedade, TPM, medo e dor de cabeça.
  • Cravo – repelente, anti-séptico, anestésico, resfriados, otimismo, dor de dente, sarna, verruga, calos, picada de insetos, memória fraca, descamação da pele, memória fraca.
  • Erva cidreira – analgésico, bactericida, anti-séptico, cabelo e pele oleosos, calmante, regulador da menstruação, dor de cabeça, mordida de animal, ferimento com armas.
  • Erva Doce – emagrecimento, celulite, cólica, gases, infecção intestinal, náuseas, vômitos, prisao de ventre, soluços, pedra nos rins.
  • Gengibre – amigdalite, artrite, diarréia, dor de garganta, enxaqueca, impotência, memória fraca, reumatismo.
  • Jasmim – ansiedade, depressão, frigidez, impotência, menopausa, dor de cabeça, cólicas menstruais, dores uterinas, pele seca e sensível.
  • Manjericão – dor de garganta, tosse, rouquidão, amigdalite, má digestão, prisão de ventre, cólica, náusea, ansiedade, insônia, verruga.
  • Menta – gripe, resfriado, dor de cabeça, sinusite, nariz entupido, indigestão, cólica, vômito, enjôo, soluço, picada de insetos, tontura, gastrite.
  • Tomilho – stress, fadiga, insônia, bronquite, gastrite, verruga, dor de cabeça, amigdalite, gota, laringite, sinusite, cistite, reumatismo, dermatite.

Como usar os óleos essenciais

Existem muitas maneiras de fazer uso dos óleos essenciais. O número de aplicações depende do problema, do tempo em que vem se manifestando e da recuperação da pessoa. Por isso é muito importante procurar ajuda de um profissional antes de começar o tratamento. Na pele, na água, ou no ambiente. Escolha a melhor forma de usar os óleos.

  • Vaporizador: utilizam-se do calor das velas e lâmpadas para vaporizar os óleos no ambiente
  • Massagem: relaxante ou energizante é uma das principais formas do uso da aromaterapia, pois agrega o poder da massagem e a absorção direta dos óleos na pele.
  • Compressas: indicadas para tratar inchaços, dor muscular, TPM e inflamações, podem ser quentes ou frias, de acordo com as necessidades.
  • Spray: ideal em borrifamentos para desodorizar, desinfetar ou perfumar o ambiente.
  • Banhos: a água facilita a penetração do óleo na pele. Adicionar algumas gotas na banheira para perfumar, relaxar e estimular.
  • Inalações de vapor: o método mais seguro para ser feito sem orientaçao profissional.
  • Creme, loção, xampu e gel de banho: os óleos podem ser misturados a produtos sem fragâncias , mas podem irritar peles mais sensíveis.
  • Gargarejos e bochechos: devem ser feitos com orientação profissional, porque os óleos não podem ser ingeridos e alguns não devem ser usados nessa técnica.

Cuidados e Contra-indicaçoes

  • Se houver reação alérgica, suspenda o uso imediatamente;
  • Grávidas e crianças só podem fazer o tratamento sob orientação médica, assim como adultos e idosos com problemas de epilepsia, pressão alta ou hipotensão;
  • A aromaterapia não trata a doença, mas a pessoa. Embora traga bons resultados para casos de depressaã leve, por exemplo, ela deve ser usada como complemento;
  • Os óleos raramente são usados puros e diretamente sobre a pele. Têm de ser diluídos em álcool ou em óleo vegetal suave antes de serem aplicados;
  • Se o óleo for ingerido no gargarejo tome leite e procure um médico imediatamente. Por esta razao o gargarejo é recomendado para ser feito com o acompanhamento de um profissional.
Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Curiosidades, Dicas, Diversos, Medicação, Saúde, Tratamentos, Utilidade Pública e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s