OS AMIGOS DA SAUDE VIII

Por Claudia Grycak

Bom dia, Flores do dia!!

Tudo bem com vocês?  Espero que sim…

Desculpe por tê-los abandonado este final de semana, mas compromissos familiares me impediram de vir até aqui dar uma beijoquinha em vocês, mas hoje não poderia falhar de maneira alguma.

Hoje vamos conhercer o penúltimo amiguinho da saúde… vamos lá?!!

Que todos tenham um ótimo início de semana.

Beijocas, Claudinha

SOJA, A AMIGA DA PELE

Por que faz bem?

O alimento, de origem vegetal, contém grande quantidade de proteínas, favorece a síntese de colágeno e de ácido hialurônico, o que proporciona mais firmeza e elasticidade à pele. As isoflavonas também retardam, em longo prazo, o surgimento de rugas. “Estudos recentes, realizados aqui no Brasil, mostraram que mulheres no período pós-menopausa que ingeriram 100 mg de extrato de soja por dia aumentaram a espessura e melhoraram a elasticidade da pele, em relação às que não receberam a suplementação. Segundo o levantamento, as adeptas da soja também apresentaram um aumento no número de vasos sanguíneos na região, o que permitiu uma nutrição mais eficiente do tecido”, explica a dermatologista Shirlei Borelli.

A soja contém grande quantidade de proteínas que favorecem a síntese de colágeno e de ácido hialurônico, o que proporciona mais firmeza e elasticidade à pele

Ação em outras partes do corpo

Sua aplicação mais conhecida é no tratamento dos desconfortos ocasionados pela menopausa. O alimento, quando administrado em doses adequadas, funciona como um estrogênio natural e repõe o hormônio que está em falta, ajudando a tratar sintomas como o ressecamento de pele e os calores típicos da fase. A soja apresenta também função antioxidante, antifúngica e anticancerígena. Além disso, possui gorduras poli-insaturadas, que estão associadas à menor incidência de doenças cardiovasculares e de problemas neurológicos como a depressão e a hiperatividade. “Ela possui efeitos hipocolesterolêmicos, ou seja, provoca uma diminuição moderada do colesterol total e da fração LDL, sem afetar o bom colesterol (HDL). A ação se deve à presença de compostos ativos como a genisteína e a daidzeína em sua fórmula”, explica Paula Crook. “O alimento evita a oxidação do LDL, que é o gatilho para o infarto do miocárdio”, complementa Andréia Naves.

Quanto você precisa consumir

O tofu é uma de suas melhores fontes e o ideal é consumir, no mínimo, ½ xícara do queijo por dia. Para atingir essa quantidade, vale adicioná-lo aos pratos que se costuma consumir rotineiramente, como saladas, legumes refogados, pizzas e sanduíches. Se preferir o grão in natura, a quantidade diária recomendada é de 25 g. “Mas é necessário que o alimento seja submetido a um processo de choque térmico antes de ser consumido”, recomenda a nutricionista Andréia Naves. O cuidado é fundamental para garantir a inativação das lipoxigenases, compostos causadores de sabor indesejável.

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Alimentação, Dicas, Diversos, Doenças, Pele, Saúde, Utilidade Pública e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s