TENHAMOS CORAGEM DE SER FELIZ

Texto de Marta Franco

 

Estava em Cochabamba (Bolívia), e convidaram-me a saborear um fruto de cacto. Perguntei de onde vinha tão delicioso fruto então fui conhecer o cacto de onde fora colhida. Diante de bela mistura estranha: flores, espinhos, terra pedregosa e frutos saborosos, coloquei-me a meditar e vieram estas percepções. A beleza do desabrochar das flores dos cactos em meio a tantos espinhos, comparando-os conosco, percebi que, mesmo quando passamos momentos difíceis, destes momentos podem surgir belas flores: “O aprendiz da sabedoria e do amor muitas vezes escolhe a dor como caminho!”

Observei que eles estão sempre fixados em lugares pedregosos. Indo ali mais uma vez, pensei: “É possível prender nossos corpos, mas nossa mente, nossa alma, só nós mesmos podemos aprisioná-las! Ou libertá-las”

Lindas flores saindo em meio aos espinhos – pensei… Mesmo entre as dificuldades que nos ferem, podemos mostrar sorrisos em nossa face. “É necessário uma grande coragem para ser feliz. Especialmente se estamos vivendo momentos difíceis. Às vezes, preferimos ser tristes para não incomodarmos os demais, e seguimos fazendo parte do grande grupo dos que sofrem, para sentirmos acompanhados… Tenhamos coragem! Sejamos felizes!”

Quando o sol da indiferença se fizer presente, e olhar de desdém a nós for dirigido, podemos ainda mostrar ao mundo nossa presença radiosa e feliz. “Somente quando desenvolvemos nossa liberdade interior, somos felizes verdadeiramente, a alegria que promove o brilho de nossa presença pode causar inveja e intriga. E daí? Mais uma vez é preciso ter coragem para sermos nós mesmos!”

Vendo os grandes espinhos ao redor das flores dos cactos, percebi que eles amorosamente se estendem dando proteção aquelas belas flores que depois se transformarão em frutos. “Quantas vezes, o amor de pessoas rudes nos gera proteção e assim, podemos caminhar levando nosso brilho e cumprindo nossa tarefa no mundo! Nossa gratidão a eles!”

Observando tão estranha e bela planta, senti ainda que em todas as coisas, em todos os momentos podemos florir, desabrochar, sorrir e alegrar o mundo ao nosso redor! “O sorriso é o mais lindo meio de comunicação, sem idioma específico; fala ao coração de todos, igualmente, promovendo a PAZ”!

 

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Dicas, Reflexão e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s