CABELOS BRANCOS E RADICAIS LIVRES: ESSA RELAÇÃO REALMENTE EXISTE?

Texto de Sonia Corazza

Canície é o nome dado à despigmentação dos fios de cabelo, tornando-os brancos por falta de melanina. O fator determinante do embranquecimento gradual dos cabelos é o hereditário, se seus pais e avós desenvolveram o quadro, pode estar certo que você não escapa. Mas o estresse e a alimentação inadequada, pobre em ácido fólico e vitamina B12, algumas doenças como a anemia, diabetes e hipertireoidismo, também são fatores que podem causar descoloração precoce do cabelo.

Negros demoram mais a ter cabelos brancos

Você sabia que pessoas de pele clara tendem à canície por volta dos 30 anos, enquanto que negros só aos 40? Isso porque os negros têm maior capacidade de sintetizar e prolongar a vida da melanina e dos melanócitos. O melanócito é a célula produtora do pigmento melanina, que pode ser dividida em dois tipos, eumelanina e feomelanina. A eumelanina confere tons escuros aos fios, como castanho e preto, e a feomelanina proporciona tons loiros e ruivos. Assim a cor do cabelo é dada pela combinação da concentração de eumelanina e feomelanina.

E os radicais livres?

Hoje sabe-se que a formação excessiva de radicais livres, numa concentração superior ao poder de equilíbrio interno, mecanismo natural de defesa do corpo, pode sim comprometer a síntese de melanina e provocar a perda acelerada da coloração natural do cabelo. Resumindo, os radicais livres, moléculas muito reativas, atacam as proteínas e o DNA do corpo, causando degeneração em vários níveis diferentes, inclusive deixando os cabelos brancos.  Hábitos de vida inadequados, como o fumo, a exposição continuada à radiação solar, ambientes poluídos, alimentação desequilibrada, cheia de gordura hidrogenada e até estresse são ativadores da produção de radicais livres e têm ação prejudicial ao organismo.  Mas existe esperança!

É possível recuperar a cor do cabelo de forma natural, sem tintura

Parece inacreditável, mas existem estudos que evidenciam o fato que é possível repigmentar cabelos brancos, desde que os melanócitos não tenham perdido sua integridade totalmente, o que acontece na fase inicial da embraquecimento do fio.  Vitaminas como ácido fólico, ácido pantotênico e vitamina B12, administradas em doses ortomoleculares, associadas ou não, dependendo do caso, a alguns antinflamatórios específicos, podem reativar a produção de melanina e ajudar o cabelo a recuperar sua cor natural, fantástico!  Se você está percebendo os primeiros fios brancos e não os quer de forma alguma, corra já para um dermatologista idôneo e converse a respeito, pode dar certo.

Artigo publicado no site: www.vyaestelar.com.br, Sonia Corazza é engenheira química especializada em cosmetologia.

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Artigos, Cabelos, Dermatologia, Dicas, Doenças, Saúde e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s