CRIANÇAS TAMBÉM TEM QUEDA DE CABELO

Por Adriana Balthazar

Infelizmente as crianças também sofrem com a queda de cabelos. Apesar de não ser algo tão freqüente quanto em adultos e adultos jovens, quando ela se manifesta, torna-se motivo de muita ansiedade por parte da própria criança em seu meio social, assim como dos pais.

As principais causas de quedas capilares em crianças estão, geralmente, relacionadas ao estresse. É o caso do eflúvio telógeno e da alopecia areata, ambos comum em adultos. Estas quedas ocorrem normalmente após algum período de dificuldade para a criança, fazendo com que os cabelos caiam de forma difusa ou localizada.

Os médicos costumam dizer que quando a queda ocorre de forma difusa, muitas vezes pode passar despercebida clinicamente e costuma se resolver sem tratamento depois de algum tempo. Porém, quando se trata da alopecia areata, o quadro se demonstra física e psiquicamente mais sério.

A explicação dos médicos é que a alopecia areata infantil também tende a ser mais resistente a tratamentos, principalmente quando os pacientes têm histórico de alergias prévias (de pele, ou respiratórias – rinite e asma), conhecidos como pacientes atópicos. Segundo o médico tricologista Dr. Ademir Jr. “Casos mais complicados podem ocorrer com a ampliação e confluência das placas de alopecia, como o desenvolvimento do acometimento de todo o couro cabeludo e, em situações mais complicadas, com o comprometimento de todos os pêlos do corpo”.

Dr. Ademir alerta que os pais devem sempre estar atentos e, ao perceber quaisquer modificações na quantidade de cabelos que a criança perde ou o aparecimento de áreas calvas no couro cabeludo, precisam procurar um especialista sem perda de tempo. Ele ainda completa que de um modo geral, quando o tratamento se inicia logo que o problema é diagnosticado, o comprometimento se torna menor e os resultados costumam ser mais efetivos.

Segundo o tricologista, ainda há as perdas de cabelo pelo próprio arrancamento dos fios pelo paciente, conhecida como tricotilomania, um distúrbio que deve ser acompanhado pelo dermatologista em conjunto com o profissional de apoio psicológico (psicólogo ou psiquiatra), e as genodermatoses. “Estas últimas fazem com que os pacientes manifestem logo ao nascimento ou algum tempo depois distúrbios de anormalidade dos fios que os tornam mais fracos e quebradiços”.

Ele sugere que os pacientes de qualquer faixa etária, ao menor sinal de quedas capilares procurem um profissional especialista em cabelos (tricologista) ou um dermatologista para o diagnóstico adequado e instituição de tratamento precoce. “Nas crianças, em virtude de todo o comprometimento que as perdas capilares podem acompanhar no seu desenvolvimento psíquico, esta atenção precisa ser redobrada”, afirma Dr. Ademir.

Causas da queda de cabelo das crianças: veja abaixo algumas origens mais pormenorizadas:

  • Congênita: ligada a fatores hereditários, com ausência total ou parcial desde o nascimento.
  • Traumática: que tem origem em contusões ou lesões do couro cabeludo.
  • Neurótica: também chamada de tricotilomania, onde o indivíduo “arranca” mechas de cabelos conscientemente ou não.
  • Secundária: que aparece após algum distúrbio interno dos órgãos, doenças, infecções, medicamentos como a quimioterapia.
  • Seborréica: a dermatite seborréica do couro cabeludo é um distúrbio muito comum, onde pode ser observado escamação, coceira e eritema. Contudo, é uma doença que raramente determina uma redução significativa dos cabelos.
  • Eflúvio: também chamada de deflúvio, é a causa mais comum de perda de cabelos entre as mulheres. Consiste na quebra harmoniosa do ciclo de vida capilar, tendo várias causas. Normalmente, responde bem aos tratamentos médicos.
  • Androgenética: é a causa mais frequente de alopecia entre homens, mas também afeta mulheres. Começa a se manifestar entre a puberdade e vida adulta, tendo vários graus. Como o próprio nome diz, é uma associação de fatores genéticos com o hormônio sexual masculino, a testosterona.
  • Emocional: relacionada especialmente a fatores emocionais, a alopecia areata é caracterizada pela perda rápida, parcial ou total de pêlos em uma ou mais áreas do couro cabeludo ou ainda em áreas como barba, sobrancelhas, púbis, etc. O renascimento dos pêlos pode ocorrer espontaneamente em alguns meses. Em alguns casos a doença progride, podendo atingir todo o couro cabeludo (alopecia total) ou todo o corpo (alopecia universal).
  • Bioquímica: pessoas alérgicas a glúten do trigo e a lactose ou caseína do leite de vaca são os mais propensos a terem calvície. Essa condição de alergia se manifesta em outros sintomas, porém pouco relacionada a isso.

Qual é a chance de que o cabelo cresça novamente?

O prognóstico em crianças é excelente. Recrescimento completo do cabelo ocorre em 95% das crianças com alopécia areata. Em aproximadamente 30% ocorrerá um episódio futuro de alopécia areata. Muito raramente, pode haver queda de todos os cabelos do couro cabeludo e/ou do corpo.

Que todos tenham um bom dia!!

Beijos, Drica

Fontes: http://www.derme.org; http://br.guiainfantil.com; http://www.revistavigor.com.br

Anúncios
Esse post foi publicado em Alopécia, Artigos, Crianças e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para CRIANÇAS TAMBÉM TEM QUEDA DE CABELO

  1. waldelani olcha disse:

    oi drica!meu filho tem 05 anos e o ano passado descobrimos que ele tinha alopecea,fizemos o tratamento a base de auxina tricogena e o cabelo coltou a crescer em 05 meses,foi 70% do cabelo,agora esse anocomeço de agosto essa maldita apareceu novamente e estou desesperada pois em 01 mes ela ja esta com 95%da cabeça tomada por esse mal,esta fazendo tratamento com minoxidil,mas eu acho que nao esta fazendo efeito nenhum,meu desespero e total ele sofre com isso ja caiu a metade da sombrancelha esquerda,e ate as unhas estao comprometidas,nao sei como aceitar todos olham e perguntam o que acontece estou muito triste e dissolada,alguem da comunidade que sabe algum outro tipo de tratamento?ou alguma mae que tenha esse tipo de problema p/que eu possa monstrar p/ele que nao e so ele que esta ficando careca,vcs podem me ajudar p/ que ele se acalme?^Moramos em Curitiba se existir alguma mae que more em nossa regiao e esteja passando pela mesma situaçao gostaria muito de conhece-la p/trocarmos experiencias.Um abraço Deus abençoe wal

  2. Patricia Spada Suzana disse:

    olá, minha filha tem 1 ano e 1 mês, e ao inves do cabelo nascer ela está com menos cabelo, principalmente na parte frontal, gostaria de saber se isso é normal, ou se devo procurar ajuda médica.

    obrigada

    • Oi Patrícia!!
      Seja bem vinda ao blog, querida!!

      Pois é, essa queda de cabelo nos bebezinhos é natural…
      A minha Luiza mês que vem completa 02 aninhos e sabe que no ano passado eu me assustei um pouco quando vi os cabelinhos dela mais ralos, principalmente na parte frontal, conforme você citou que acontece com a sua bebezinha.
      Não vou mentir, como mamãe de primeira viagem e portador de alopecia, corri com ela para o médico para tirar todas a minhas dúvidas e foi quando descobri que era normal.
      Se achar conveniente vá sim ao médico, é sempre bom saber a opinião de um especialista!!
      Obrigado por participar!!
      Beijocas,
      Claudinha

  3. Paula Lima disse:

    Clau.. a Sophia está com falhas na sobrancelha, vc acha q pode ser alopecia?
    Tem algum dermatologista para indicar.
    Mtos beijos, estou com saudade.
    Paula Lima

  4. Elisangela Siqueira disse:

    Bom dia!!!

    Claúdia eu gostei de todas as suas postagens, é uma linguagem bem simples e explicativa PARABÉNS!!!

    Eu tenho um bebê de 1 e 7 meses reparei que do lado esquerdo da sua cabeça tinha uma falha no couro cabeludo, levei no Dermatologista, e foi diagnosticado Alopécia, então levei em outro e foi dito a mesma coisa, porém esse segundo profissional passou um medicamento que THERAPSOR e ao ler a bula me assustei, porque diz que não pode ser utilizado em crianças menores de 12 anos, você conhece esse medicamento? o que você me recomenda fazer?

    abs,

    obrigada!

  5. aschiley disse:

    oi meu filho tem 1ano e 1mes e ta perdendo cabelo bem na frente percebi a pouco tempo queria saber se isso é normal beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s