ESSA TAL FOLICULITE

Por Claudia Grycak

Olá queridões e queridonas!!

Tudo bem com vocês?  Espero que sim…  Muito se fala em foliculite, mas ainda há muitas dúvidas a respeito do que seria essa tal dessa foliculite, então, a Tia Doida (como diz meu sobrinho), foi atrás dessa dessa danadinha dessa foliculite pra sabermos quem é ela.

Que todos tenham uma ótima sexta-feira!!

Beijoquinhas, Claudinha

  

As infecções de pele sempre nos trazem algum transtorno.  As vezes comparamos nossas “doenças” com as de outras pessoas e, erroneamente, até nos auto-medicamos e o problema acaba piorando, aí sim lembramos de procurar nosso médico e, muitas vezes, não é exatamente aquilo que aparenta ser.  Como sempre aconselhamos aqui no nosso blog: PROCURE SEU MÉDICO ANTES DE TOMAR QUALQUER MEDICAÇÃO!!  A foliculite é um desses casos de semelhança com outras infeções.

A foliculite é a infecção dos folículos pilosos causadas por bactérias do tipo estafilocócos.  A invasão bateriada pode ser favorecida pelo excesso de umidade, respagem dos pêlos, depilação ou até mesmo espontaneamente.  Atinge homens, mulheres, crianças surgindo em lugares onde existam pêlos.  Nos homens é comum na área da barba e nas mulheres na virilha.  Quando superficial, a foliculite caracteriza-se pela formação de pequenas pústulas (“bolhinhas de pus”) centradas por pêlo com discreta vermelhidão ao redor. Alguns casos não apresentam pus, aparecendo apenas vermilhidão ao redor dos pêlos. Quando as lesões são mais profundas, formam-se lesões elevadas e avermelhadas que podem ter ponto amarelo (pus) no centro. Pode haver dor e coceira no local afetado.

Existem vários tipos de foliculite:

  • Foliculite decalvante: neste caso o processo infeccioso leva à atrofia do pêlo, deixando áreas de alopécia que se expandem com a progressão periférica da doença.
  • Foliculite da barba (sicose da barba): localizada na área da barba, atinge homens adultos, tem característica crônica e, pela proximidade das lesões, pode formar placas avermelhadas, inflamatórias, com inúmeras pústulas e crostas.
  • Foliculite queloideana da nuca: comum em homens de pele negra, formando lesões agrupadas que ao cicatrizar deixam cicatrizes endurecidas e queloideanas na região da nuca.
  • Periporite supurativa: atinge as crianças pequenas e geralmente segue-se à miliária, com pústulas superficiais ou nódulos inflamatórios que acabam por drenar secreção purulenta.

O tratamento é feito com antibióticos e antissépticos locais, dependo da extensão do problema a drenagem no pus deve ser feita por meio cirurgico, para evitar esse agravamento é fundamental nunca tentar espremer ou retirar o pêlo com pinça.

Como quase em tudo em medicina, e em especial na dermatologia, o melhor tratamento para o problema é a prevenção.   Antes de qualquer coisa, sempre que queremos manter as bactérias longe do nosso corpo devemos ficar atentos às dicas de higiene. Quem faz depilação com cera precisa se certificar de que os equipamentos utilizados pelo salão são esterelizados ou descartáveis. Nada de cera reaproveitada. Quem usa lâmina deve sempre manter o aparelho bem limpo (o ideal seria usar aqueles descartáveis uma vez só). Depois de usar a lâmina lave bem o aparelho com um sabonete antiséptico e mantenha num lugar fechado e seco.   Lave bem a pele antes de se depilar ou barbear.

Fontes: www.dermatologia.net; www.bolsademulher.com.br; www.saudenainternet.com.br

 

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Alopécia, Pele e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para ESSA TAL FOLICULITE

  1. Drica disse:

    Aiaiai isso coça até a alma rsssss.
    Tive foliculite intensa a primeira vez após alguns anos de tratamento com minoxidil.
    Tentei manipulá-lo de diversas maneiras pra tentar diminuir a reação alérgica, mas não teve jeito.
    Clau ótimo esse post, parabéns.
    Bjks

    Drica

  2. danilo martins de sousa frança disse:

    Bom eu estou com alopecia ja faz mais ou menos uns sete meses, eu peguei ela no couro cabeludo tem partes que esta com pus e as vezes eles doen um pouco eles começao a inchar e ficam inchados o que devo fazer para melhorar logo esta doença e quanto tempo demora pra curala.

    • Oi Danilo,

      Seja bem vindo!!
      O tratamento é sempre delicado, como sempre frisamos aqui os resultados variam de pessoa a pessoas, não há um tempo certo.
      O que deve fazer é seguir corretamente as instruções médicas e se for o caso procure outro especialista para poder comparar opiniões!!
      Obrigado por participar!!
      Beijocas,
      Claudinha

  3. luiz disse:

    fiz um raio x capilar , falaram que eu to com uma infecção capilar ni algumas areá ta vermelha , isso causa perda de fios , me indicaram usar tônico e um shampoo mas , ainda cai alguns fios o que eu devo usar para acabar com essa infecção

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s