CUMPRIR PROMESSAS DIFÍCEIS EXIGE ESTRATÉGIA

Texto de Roberto Shinyashiki

 

As situações da vida que exigem soluções radicais precisam receber atenção total, pois desistir de mudar é mais fácil do que decidir mudar.

Temos uma capacidade infinita de adaptação, podemos nos conformar facilmente com situações desagradáveis. Claro que essa capacidade de adaptação nos ajuda muito quando precisamos superar uma situação especial da vida, como por exemplo, trabalhar meses sem nenhum dia de descanso para iniciar bem um negócio.

Mas essa capacidade de adaptação, que tem a função fundamental de garantir a sobrevivência, pode nos atrapalhar bastante na hora de fazer uma mudança radical.

Muitas pessoas acabam se adaptando à escassez de amor, de reconhecimento, de oportunidade e de crescimento profissional. Assim, elas se enganam durante tempos, como se a pouca felicidade que alcançaram já fosse o máximo possível.

A capacidade de adaptação pode levar a pessoa a se conformar com a vida insatisfatória que tem. Para que isso não aconteça, você precisa estar consciente de que toda transformação exige grande desprendimento – além de muita disposição para pagar o preço dessa mudança.

A tentação de desistir pode aparecer, mas seu comprometimento precisa ser mais forte. Você tem de ser capaz, principalmente, de enfrentar aquela voz interior crítica que diz: “Não vai dar certo!”.

Quando uma pessoa decide mudar e depois desiste, uma série de problemas pode surgir. Os outros, provavelmente, vão parar de levar suas promessas a sério. O pior, porém, acontece quando a própria pessoa pára de acreditar nos próprios compromissos.

Por isso, antes de começar essa jornada de transformação de sua vida, prepare uma estratégia de caminhada.

Uma ótima quarta-feira a todos, espero que tenham gostado do texto!!

Beijocas, Claudinha

Anúncios

Sobre Claudinha Grycak

Brasileira, divorciada, natural de São Paulo, 40 anos. Sou portadora de Alopecia há 21 anos, criei esse blog para aproximar as pessoas que sofrem desse problema. "Aceitação não é comodismo ou fuga, o ato da aceitação equivale a envolver com amor profundo os fatos que não podemos alterar e encará-los como circunstâncias a serem vivenciadas e vencidas para o fortalecimento do nosso ser."
Esse post foi publicado em Reflexão e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s