AUTO-MEDICAÇÃO:O PERIGO DA FINASTERIDA PARA MULHERES

Por Claudia Grycak

 

Hoje, infelizmente, com todo o controle que existe, ainda é possível se comprar medicamentos sem prescrição médica, até pela internet você consegue comprar medicamentos controlados no chamado “mercado negro”. Bisbilhotando pela internet, localizei alguns sites que vendem finasterida on-line, e um deles, incentiva as mulheres a tomarem o remédio, com a promessa do fim da alopécia, colocando até fotos do antes e o depois.  Fiquei indignada, como podem fazer promessas com uma medicação que é contra-indicada para mulheres?

A finasterida é utilizada no tratamento da hiperplasia da próstata,ou seja, homens que estão com a  próstata aumentada, por diversos motivos. Mas ao se constatar que um dos principais efeitos colaterais do remédio é o crescimento de pêlos, o remédio se transformou no comprimido preferido de nove entre dez calvos, e em 1997 foi aprovado o uso de comprimidos de 1mg para tratamento de queda de cabelos em homens, isso mesmo em HOMENS.

Na bula da finasterida 1 mg, de qualquer laboratório farmacêutico, você vai encontrar praticamente as mesmas informações aos pacientes:

” A finasterida é utilizada no tratamento da calvície padrão masculino, para aumentar o crescimento capilar no couro cabeludo e prevenir a queda adicional do cabelo”

” A finasterida é indicada no tratamento de homens com calvície”

” A finasterida é contra-indicada em crianças e mulheres em geral, independente da condição de gravidez”

A medicação inibe a conversão da testosterona em dihidrotestosterona, por isso  não é indicada para mulheres, porque pode causar anormalidades na genitália externa em fetos do sexo masculino e outras anomalias.

Os fabricantes em suas bulas citam até o cuidado que mulheres devem ser ao manusear os comprimidos esfarelados ou quebrados, pois a finasterida pode ser absorvida.  Para se ter uma idéia, em fevereiro de 2002, a Anvisa, por meio de um parecer técnico da CATEC (Câmara Técnica de Cosméticos), proibiu o uso da finasterida na composição de cosméticos, porque o uso tópico ou oral tem os mesmos efeitos colaterais.

Nenhum medicamento deve ser consumido sem orientação médica, verifique sempre com o seu médico os prós e os contras de qualquer medicação,  até que ponto é viável correr os riscos que uma medicação pode trazer.

Bjs, Claudinha

ATENÇÃO:   Esse texto é de caráter informativo, consulte sempre seu médico antes de usar qualquer medicação!!

About these ads

9 thoughts on “AUTO-MEDICAÇÃO:O PERIGO DA FINASTERIDA PARA MULHERES

  1. Quase todos os dias entro no blog p ver se tem novidade e a última me assustou: o perigo da finasteria. Eu uso minoxidil e finasterida(0,05%) tônico com indicação médica, ainda assim vou antecipar uma consulta para tirar dúvidas. Muito obrigada pelo blog meninas. bj

  2. Olá pessoal achei ótimo esse post sobre finasterida e principalmente sobre o perigo sempre eminente da automedicação.
    Eu utilizei a finasterida no ínicio da alopecia, a médica me alertou sobre os efeitos colaterais, mas foi uma opção de tratamento. No meu caso utilizei via oral.
    Em 2002 qdo vi o alerta da ANVISA confesso que fiquei preocupada, mas graças a Deus nao tive nenhum efeito adverso e também nenhum efeito benéfico.
    Quem segue recomedação médica e usa os medicamentos com prescrição não tem o que temer. Mas fica aí a dica do perigo da automedicação.
    Bjs a todos.

    Drica

  3. Minha dermatologista me receitou a finasterida, mas estou com medo de tomar , andei lendo sobre a finasterida e vi que nao serve para mulheres.Mas na verdade ela nao me deu outra alternativa se na ele. Alguem tem uma outra opniao. Por favor me ajudem.

    • Oi Eduarda,

      Obrigado por participar do blog!!
      Desculpe por demorar a responder, mas estou voltando hoje depois de um período de recolhimento necessário!!
      Eu nunca usei finasterida Eduarda, portanto não posso dar minha opinião.
      Se algum profissional ou alguém que já utilizou puder expressar a sua opinião ficaríamos felizes.
      Um super beijo,
      Claudinha

  4. Parabéns pela iniciativa em denunciar tal abuso na venda de medicamentos. Veja em nosso fecebook matéria sobre a investigação que o Ministério da Saúde encomendou sobre o mercado ilegal de remédios na internet. A investigação lista 1,2 mil sites de venda de medicamentos proibidos e produtos falsificados.

    Equipe do Juntos Pelas Redes.

  5. Bom dia ! estava em uso do finasterida 2,5 mg po r cerca de 60 dias mas interrompi ,meu cabelo começou a nascer ,porém tenho muita indisposição , sinto muita falta de energia ,cansaço e muito sono, além de ter observado que comecei a ter sangramento anal,então estou voltando ao meu dermatologista e nao quero mais fazer uso desse medicamento. e também nao aconselho o uso do mesmo para tratar alopecia.

  6. Eu uso finasterida há 5 meses. Meu cabelo parou de cair consideravelmente. Tenho alopécia androgenética. Além do Finasterida estava usando minoxidil e fazendo aplicação de finasterida no couro cabeludo. Meu dermatologista condena apenas para mulhes gravidas ou que querem gravidar a curto prazo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s